Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2007

Últimas

Grazziotin expande lucro líquido com vigor Foi para R$ 16,1 milhões o lucro líquido da rede varejista gaúcha Grazziotin no ano passado, um aumento de 51% sobre o período anterior. Isto não ocorreu apenas pela expansão da receita (mais 16,8%), que subiu para R$ 154,4 milhões. Analistas apontam que no balanço que foi entregue na Bovespa, é possível perceber que o lucro ficou maior por conta da redução das despesas fixas, casada com gastos menores com as ações de vendas. A Grazziotin, tem 221 lojas e sua matriz está em Passo fundo. ----------------------------------------------------------------------- Sindmóveis leva empresas à Feira Zow Alemanha através do projeto Orchestra Brasil O grupo de empresas que fazem parte do Orchestra Brasil, projeto gerido pelo Sindmóveis de Bento Gonçalves com o apoio da APEX Brasil e do SEBRAE/RS, estarão participando da ZOW ALEMANHA, de 26 de fevereiro a primeiro de março. Feira de acessórios para a indústria moveleira. O projeto Orchestra Brasil

Últimas

Tramontina constrói nova unidade em Carlos Barbosa A Tramontina está construíndo uma nova fábrica só para atender a demanda de utilitários em alumínio revestidos com antiaderente. A nova planta esstá sendo erguida em Carlos Barbosa e entrará em operação em dois anos. Na primeira fase da obra foram investidos R$ 40 milhões.Em 2006, a Tramontina alcançou a marca de 70 milhões de peças produzidas com revestimento antiaderente, entre panelas, fôrmas e frigideiras. Atualmente, a empresa está praticamente sozinha na liderança deste segmento. A Tramontina Cutelaria, uma das 10 unidades do grupo, produz hoje 60 mil peças por dia do tipo.Com a nova planta, a capacidade vai saltar para 200 mil. ------------------------------------------------------------- Vinhos: Unidas, vinícolas de família começam a ganhar espaço Com o reconhecimento da União Européia de identificação geográfica, as pequenas vinícolas ganham novas oportunidades para o pro duto nacional no mercado externo. Organizadas em assoc

Últimas

Caxias vai realizar Feira de construção civil A primeira edição da Construfair/ Fenamaco, será realizada de 14 a 17 de junho, em Caxias do Sul. A feira destina-se a engenheiros, arquitetos, empresários e profissionais das áreas de construção civil e de decoração. A feira vai reunir expositores de material de construção e de tecnologia de serviços em engenharia e arquitetura. Paralela à Construfair/Fenamaco, acontecerá a Mobillar - Feira de Arquitetura, Móveis e Decoração, de 7 a 10 e de 14 a 17 de junho, dirigida ao público em geral. O evento também nasce com o objetivo de ser um dos mais completos e atraentes, tanto para profissionais quanto para consumidores, que terão em um único espaço a oportunidade de conhecer novidades e realizar negócios. Entre os promotores estão o Sebrae, a Associação dos Comerciantes de Material para Construção (Acomac) de Caxias do Sul, o Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) e deverá receber aproximadamente 30 mil visitantes. -------------

Últimas

Valmarino lança Brut Rosé Champenoise Atenta às novas tendências de mercado a Vinícola Valmarino, de Bento Gonçalves, lançou durante a Fenavinho o Espumante Brut Rosé Champenoise.Com uma produção limitada a 2.500 garrafas o Brut Rosé foi elaborado equilibradamente com uvas Cabernet Sauvignon e Pinot Noir vinificadas separadamente em rosé através de esmagamento e maceração pelicular por apenas dois dias que lhe conferiu a coloração levemente rósea salmão. É um Vinho jovem e que atende a uma tendência de mercado onde verifica-se o crescimento do consumo dos vinhos roses. ----------------------------------------------------------------- Novos vinhos da Valduga Já a Casa Valduga, apresentou ao mercado neste fim de semana sua nova e aguardada linha Identidade, composta pelos varietais exóticos Marselan, Ancelota e Arinarnoa. Elaborados com uvas de safras festejadas, os vinhos da linha Identidade trazem rótulos diferenciados que traduzem produtos únicos para apreciadores exigentes e especia

últimas

Setor italiano de máquinas cresce no último trimestre Os pedidos à indústria italiana de máquinas e ferramentas para o setor moveleiro aumentaram 6,6% no último trimestre de 2006, em comparação com o mesmo período do ano passado. Um dos grandes responsáveis pelos resultados positivos foi o aumento de 10,9% das exportações, já que o mercado doméstico diminuiu 8,8%. Os dados são de uma pesquisa feita pela Associação Italiana de Fabricantes de Máquinas para Indústria (Acimall), que mostra também que 65% dos empresários entrevistados acredita que a produção vai se estabilizar este ano, contra 35% que acreditam que a produção vai crescer. Nenhum dos participantes acredita em queda na produção do setor. -------------------------------------------------------------- Cooperativa Aurora completa 76 anos A maior vinícola do Brasil, completou nesta quarta-feira (14), 76 anos de fundação. A história da Aurora inicia em 1875, com a chegada de imigrantes oriundos do norte da Itália. No dia 14 de

Últimas

Setor Vinícola aceita preço mínimo da uva, mas quer suas reivindicações atendidas Dirigentes de entidades e empresários do setor vinícola acataram em audiência com o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Luís Carlos Guedes Pinto, o aumento de R$ 0,42 para R$ 0,46 do preço mínimo do quilo da uva a ser pago nesta safra,mas querem que o governo reduza as taxas de juros de EGF para patamares compatíveis com a inflação. Hoje a taxa do empréstimo é de 8,75% muito acima da inflação que está em torno de 3% ao ano. Outra exigência do setor é a manutenção do prazo máximo para a quitação dos empréstimos para um ano depois da entrega da safra, neste caso para dezembro de 2008. A ampliação do crédito presumido do PIS e Cofins à alíquota de 9,25% sobre 100% do valor de compra de uva pelas empresas também faz parte das necessidades dos cantineiros. O setor quer ainda que os bancos, por exemplo, exijam apenas como garantia o vinho ou suco elaborado , sem que haja comprometimento dos de

Últimas

Bento ganha primeiro posto de combustível com GNV Depois de pelo menos dois anos de espera, finalmente o Gás Natural Veicular (GNV) chega à Bento Gonçalves. Foi inaugurado nesta quarta-feira, 31 o sistema em funcionamento no Posto DiTrento da avenida Osvaldo Aranha na cidade alta. Os motoristas que adaptaram seus veículos para circular com gás veicular, bem como empresários do setor comemoram a inauguração. Antes era preciso abastecer em Garibaldi, a cidade mais próxima que fornecia o combustível. Lançado como uma opção de combustível menos poluente, o gás natural conquistou o consumidor também por ser econômico. Além de mais barato, o GNV aumenta o rendimento do carro. Enquanto um veículo a gasolina, por exemplo, tem rendimento médio de 10 km/l, o movido a gás natural rende 13km/m3, o que faz com que a economia chegue a até 56%, dependendo do valor cobrado pela gasolina. O preço da conversão varia entre R$ 2,5 mil e R$ 2,8 mil, de acordo com o tipo e modelo do veículo. Mesmo assi