Abimóvel negocia alíquota de 1% sobre faturamento´, mas MOVERGS quer menos.
As empresas do setor de móveis negociam com o governo a cobrança de 1% sobre o faturamento em troca da desoneração da folha de pagamento, de acordo com o presidente da Associação Brasileira das Indústrias do Móveis (Abimóvel), José Luiz Diaz Fernandez. Mas os gaúchos querem menos.
A Movergs, através de sua conselheira, Maristela Cusin Longhi diz que 0,78% seria bom, mais do que isso, não produz resultado. A Abimóvel está propensa a aceitar 1%. Seu presidente diz que essa alíquota vai garantir a desoneração para 75% das empresas do setor. Apenas aquelas com maior nível de automação pagariam mais tributos. A desoneração da folha deve sair até o fim do mês.

Ouça o que diz a Movergs:

 


 

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS