Perini celebra a melhor safra de sua história
Para a Vinícola Perini, de Farroupilha, definitivamente a safra de uvas deste ano é a melhor das 41 safras de sua história. As castas europeias que começaram a ser colhidas na primeira semana de março – cabernet sauvignon, merlot e marselan – atingiram níveis de qualidade de açúcar e sanidade sem precedentes. Frutos de um clima que tantas vezes castiga o produtor e, em 2012, foi pródigo na retribuição. O que levou o fundador da empresa Benildo Perini a resgatar uma das mais legítimas tradições dos antepassados italianos, para quem o trabalho era uma profissão de fé, como forma de celebrar e agradecer a conquista. Por seu convite, ao pôr-do-sol desta terça-feira (5), o bispo diocesano de Caxias do Sul, Dom Alessandro Rufinoni, abençoou os vinhedos que agora darão sua colheita. “É mais uma forma de retribuição a um grupo de pessoas que sempre nos ajudou”, disse Benildo Perini.

Em números, a safra 2012 da vinícola renderá 11 milhões de quilos de uva que dispensarão quaisquer corretivos com açúcar de cana na fase de vinificação. O volume é 16,6% menor do que a safra passada, quando a Perini recebeu 13,2 milhões de quilos de uva.

O entusiasmo de Benildo Perini justifica-se pela previsão da elaboração do rótulo Perini 4. O vinho elaborado por meio de uma assemblage de uvas cabernet sauvignon, merlot, marselan e tanat, que antes mesmo de uma safra excepcional já ocupava o topo da linha de produtos será novamente engarrafado.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS