Produção cai, estoques crescem e ociosidade aumenta na indústria

A produção industrial e o emprego na indústria caíram em junho. O índice de evolução da produção recuou para 46 pontos e o de evolução do número de empregados no setor ficou em 48,1 pontos. As informações são da Sondagem Industrial, divulgada nesta sexta-feira, 19 de julho, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os indicadores variam de zero a cem. Abaixo de 50 revelam queda na produção e no emprego. A pesquisa mostra ainda que o índice de utilização da capacidade instalada efetiva em relação ao usual caiu de 45,6, em maio, para 42,9 pontos, em junho, se afastando da linha divisória de 50 pontos.

Mesmo com a queda na produção e no emprego, os estoques da indústria cresceram em junho. O índice de evolução de estoques ficou em 50,6 pontos. Foi o terceiro mês consecutivo em que a indústria registra excesso de estoques. O índice de nível de estoque efetivo em relação ao planejado alcançou 51,4 pontos em junho. Os indicadores variam de zero a cem. Acima de 50 pontos revela que os estoques estão acima do previsto pelos empresários. "A indústria está longe de uma trajetória de recuperação", afirma a Sondagem.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS