Tarso em Bento, um pouco diferente

A última vez que o governador Tarso Genro esteve em Bento, na Romaria da Terra, nem sequer citou em seu pronunciamento aos companheiros do PT e dos movimentos da agricultura familiar a presença do prefeito Guilherme Pasin. É com ir visitar a casa de alguém e nem sequer dar a mão ou agradecer pela acolhida. Tarso foi ao Parque Municipal de Rodeios, área pública municipal e foi indiferente com o Prefeito da cidade. O governo do estado nada fez na ocasião pelo evento. A igreja católica foi quem promoveu e a prefeitura foi que deu a estrutura. Nesta quarta-feira ao retornar a Bento, Tarso foi diferente. Acolheu o prefeito Pasin em seu ônibus e concedeu 20 min do seu tempo, para conversar com o prefeito. Apesar de “tanto interesse”, não dá ainda para acreditar que as demandas do município serão atendidas com a mesma atenção. O governo do estado não tem dinheiro, e nem mais tempo.
No documento que Guilherme Pasin entregou à Tarso está os pedidos de:
- Novo presídio de Bento Gonçalves, em área doada pelo município ao Estado para essa finalidade em 2007

- Viaduto no acesso ao Estádio Montanha dos Vinhedos, na RS-470, e melhorias gerais nessa rodovia
- Conclusão da RS-431 (Bento-Dois Lajeados)
- Retomada e conclusão da estrada do Vale Aurora, que liga o Vale dos Vinhedos a Faria Lemos
- Máquinas para reparar estradas do interior
- Convênio para uso compartilhado do prédio da coordenadoria regional de obras
- Permuta ou doação do prédio do Estado que abriga o Centro de Referência Materno-Infantil, para que a prefeitura possa reformá-lo
- Doação ou cedência do prédio que abriga a subprefeitura de Faria Lemos, que também precisa de manutenção
- Apoio a feiras e eventos

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS