Câmara mantém mandato do deputado Natan Donadon



Em sessão extraordinária realizada na noite de quarta-feira, o plenário da Câmara manteve, por 233 votos a 131 e 41 abstenções, o mandato de Donadon. Para ele ser cassado, seriam necessários 257 votos ou mais a favor da perda do mandato. Faltaram os votos de muita gente, inclusive dos parlamentares gaúchos. Chega a ser ridículo o poder legislativo querer julgar algo que foi objeto de condenação no judiciário. O Parlamento não tem moral para tanto. Bem como carece de autoridade para se apresentar como guardião constitucional. O parlamentar está preso em Brasília desde 28 de junho, condenado em última instância pelo Supremo Tribunal Federal (STF) pelo desvio de R$ 8,4 milhões da Assembleia Legislativa de Rondônia, quando era diretor financeiro da instituição.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS