O que, afinal, é o dinheiro público?

O governador Tarso Genro preocupado em saber o que parte da imprensa pensa de seu governo serviu-se do tesouro do Estado, de lá sacando R$ 400 mil, para pagar por uma pesquisa destinada a avaliar se as matérias publicadas pelo maior jornal do estado, o Zero Hora, do Grupo RBS sobre o governo são parciais ou imparciais. O instituto é de Santa Catarina - Foco Opinião e Mercado Ltda. O Ministério Público de Contas do Rio Grande do Sul denunciou: “Não se depreende qual a finalidade e o interesse público, em possível desatendimento às disposições constitucionais, na realização dos gastos”, diz o texto da representação que o procurador-geral Geraldo Da Camino encaminhou ao Tribunal de Contas do Estado. Ora para aferir a imparcialidade de um jornal basta lê-lo, mas o que são, afinal, R$ 400 mil, sobretudo quando não nos pertencem, não é?

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS