Maria do Rosário quer "federalizar" apuração de crimes contra jornalistas


No último dia do 8º Congresso Internacional da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), a secretária nacional de Direitos Humanos, a deputada federal Maria do Rosário(PT) defendeu a federalização dos crimes de violação dos direitos humanos, inclusive assassinatos de jornalistas, como forma de garantir investigação autônoma e combater a impunidade. Ou seja, ela quer tirar a investigação dos governos estaduais e das polícias civil para colocar na Polícia Federal. A ministra criticou a violência policial contra jornalistas durante as manifestações iniciadas em junho e propôs discussão sobre a desmilitarização da Polícia Militar. No discurso ta bom, mas é bom ter cuidado. Os jornalistas, em boa parte, são atingidos nesses protestos porque se confundem com manifestantes. Quem a ministra quer proteger?

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS