Joaquim Barbosa cansou de lutar contra o sistema


Nunca se viveu no país, tanta turbulência judiciária, por conta da condenação de figurões do PT de Lula e Dilma, envolvidos no maior escândalo de corrupção da história do país, devido os criminosos fazerem parte da mais alta cúpula do partido ora no poder.Coube a relatoria de Joaquim Barbosa a condenação de todos os envolvidos: deputados, ministros, banqueiros e dirigentes do Partido dos Trabalhadores, conhecidos como figurões de proa do partido e da mais alta confiança do Presidente da República, Lula o passado e a atual, Dilma.

Pressões, xingamentos em público, agressão de toda ordem, a começar pelas contradições de companheiros da corte, onde, se não fosse pela altivez e pulso forte de Joaquim Barbosa, com certeza, as condenações não teriam acontecido.

Joaquim Barbosa era insultado nas ruas por filiados do PT dos mais diversos, que não aceitavam as ações corajosas do já Presidente do STF, que pouco a pouco, foi jogando atrás das grades quase a totalidade dos mensaleiros, por corrupção passiva, formação de quadrilha e peculato. Ainda hoje, tem rato fora do país, pois se aqui estivesse, com certeza, estaria também, enjaulado com seus companheiros da mais vergonhosa ação de corrupção da história do país. Barbosa acaba de anunciar que está acabando de deixar a relatoria da ação penal 470, que levou para o xilindró os amigos de Lula e Dilma.Para a opinião pública, fica explícito de que Joaquim Barbosa cansou de tanta pressão.

Vergonha! Tinha razão Rui Barbosa: “De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.”

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS