Enquanto a propaganda de TV não começa o PT agoniza. Depois muda! Será?

Este fim de semana trouxe uma série de pesquisas ruins para alguns candidatos do PT. O governo é considerado ruim ou péssimo por 29% dos brasileiros, tecnicamente empatados com os apenas 32% que o veem como ótimo ou bom. Para 38%, é apenas regular. No segundo turno, segundo o ISTOÉ/Sensus , há um empate técnico entre Dilma e Aécio Neves. Dilma é também a candidata mais rejeitada: 35%. A gestão de Fernando Haddad, em São Paulo é reprovada por 47% dos paulistanos. No RS, a avaliação do governo Tarso piorou para 32%. No levantamento anterior, realizado em abril, o índice de eleitores que consideravam o governo “ótimo” ou “bom” era de 29%. No Estado onde nasceu, o PT perde pela primeira vez a condição de partido que disputa com o PSDB o comando do Estado e apresenta um candidato que fica com menos de dois dígitos na pesquisa a esta altura da campanha: Alexandre Padilha aparece com minguados 4% das intenções de voto. O tucano Geraldo Alckmin se reelegeria com 54% dos votos, e sua gestão é vista como ótima ou boa por 46% dos paulistas — só 14% a reprovam. No RS, a senadora Ana Amélia Lemos, está na liderança, com 37% das intenções de voto.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS