Segundo a FIERGS, 2014 foi ruim e horroroso


No balanço de final de ano da FIERGS apresentado aos jornalistas através do presidente, Heitor José Müller, e do assessor econômico André Nunes, os industriais gaúchos adjetivaram: 2014 foi ruim e horroroso. Dos 14 setores analisados, apenas um, o tabaco, é que gerou resultado positivo na produção: 3%. Copa do Mundo e eleições acirradas pararam o Brasil. Os demais setores ou tiveram desempenho ruim ou tiveram desempenho horroroso.

Previsões da Fiergs para o PIB em 2014: PIB Rio Grande do Sul +0,2%, PIB Brasil +0,1%

Para 2015: PIB Rio Grande do Sul +1,3%, PIB Brasil +0,6%

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS