R$ 2 milhões para a campanha de Dilma. Só isso?


Todo mundo sabe, ou pelo menos desconfia, que a campanha presidência de Dilma recebeu dinheiro da corrupção na Petrobrás. Não sejamos tolos em querer achar que a corrupção acontecia debaixo dos olhos do governo e ninguém no governo sabia de nada, e pior, tirava proveito disso. Em sua delação premiada, o lobista, Fernando Baiano (segundo informa a Veja) conta que o acerto de 2 milhões de reais foi feito em 2010, dentro do comitê eleitoral da petista em Brasília, e que a logística da entrega ficou a cargo do ‘Dr. Charles’, braço direito do ex-ministro Palocci. Se confirmado, estará provado que os coordenadores da campanha sabiam da existência do aparelho clandestino de desvio de dinheiro da Petrobras, se beneficiaram dele, conheciam seus protagonistas e, no poder, deixaram que tudo continuasse funcionando tranquilamente até o ano passado, quando a Polícia Federal e a Procuradoria da República no Paraná desencadearam a Operação Lava-Jato.


Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS