As incertezas econômicas, o aumento de custos, a alta inflacionária e a restrição ao crédito fizeram com que o volume de vendas de móveis no Brasil acumulasse queda de 13,8% no acumulado do ano

A indústria brasileira de móveis acumula, em 2015, queda na produção física, nos mais variados critérios de comparação, segundo a Pesquisa Industrial Mensal, do IBGE. Com o ano caminhando para seu final  há perspectivas de alguma melhora até dezembro? Respondo: pouca coisa.


PRODUÇÃO DA INDÚSTRIA MOVELEIRA NACIONAL-Comparação com os mesmos períodos do ano anterior:

1º TRIMESTRE 2015 -6,5%
2º TRIMESTRE 2015 -8,2%
3º TRIMESTRE 2015 -18,7%

Fonte: IBGE/Pesquisa Industrial Mensal



Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS