Saldo primário do governo deixou de ser superávit e o ano encerra com um déficit primário de R$ 115 bi.

O Brasil termina 2015 com um dado trágico: o saldo primário do governo deixou de ser superávit e o ano encerra com um déficit primário de R$ 115 bi.O superávit primário (ou déficit) nas contas do governo é o mais importante indicador de gestão financeira do setor público e é o principal fator da determinação dos rumos da inflação. Esse valor é o saldo de caixa resultante das receitas tributárias menos os gastos públicos antes do pagamento dos juros da dívida do governo. Para o país, o que importa é o “superávit primário consolidado” do governo como um todo: municípios, estados e União.E aí a situação está muito complicada.É uma das piores notícias econômicas no momento em que o Brasil coleciona indicadores ruins e está mergulhado em grave recessão.Queda de produção, inflação em alta, desemprego disparando e aumento da desconfiança é a realidade por que passa o país como resultado de tudo o que vem acontecendo na economia nos últimos anos.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS