Articulação Política

Poucos duvidam que a Proposta de Emenda Constitucional que estabelece o teto de gastos deverá ser aprovada na câmara. Pelo menos, pelo discurso isso é bem provável. Agora, do ponto de vista do apoio político, a presidência da república precisou promover um pesado esforço para conseguir convencer a maioria dos deputados. Na semana passada reuniões. E neste final de semana um jantar, onde foi necessário o prestígio pessoal de Temer para fazer com que pouco mais de 200 deputados comparecessem. Só que nem todo mundo compareceu. Ou seja, nem mesmo o cardápio de alta categoria e o prestigio do presidente foi suficiente para convencer todos. É um sinal de que a articulação política precisa ainda ser melhorada. É um sinal de que ainda será preciso o governo fazer concessões. O governo faz ainda novo esforço para votar o texto na Câmara ainda nesta segunda. Depois, é preciso esperar cinco sessões para a segunda votação. Para se aprovado, o texto precisa do apoio de pelo 60% dos deputados (308) e dos senadores (49) em dois escrutínios em cada uma das Casas. O governo espera obter o apoio de pelo menos 350 deputados.

POSTAGENS MAIS VISITADAS