Ao antecipar compras com a Black Friday, consumidor poderá comprar menos no Natal

A expectativa é que a Black Friday, adotada do calendário norte-americano há três anos pelo comércio brasileiro, ajude a alavancar as vendas do período natalino. A promoção, que oferece descontos de até 80%, vai ocorrer em 25 de novembro, sexta-feira, sendo que, nos shoppings centers, as ofertas se estenderão também no fim de semana. Mas ao antecipar compras de final de ano, as vendas de Natal poderão ser menores. Especialistas recomendam que os lojistas não usem o estoque do Natal como oferta na Black Friday. Segundo os organizadores da promoção, que se autointitula a maior data promocional do Brasil, a Black Friday deve gerar compras na casa dos R$ 116,5 milhões neste ano. A estimativa foi feita a partir do histórico das edições anteriores.Os produtos mais procurados devem ser smartphones (19%), televisores (6%), notebooks (4%), eletrônicos (4%), eletrodomésticos (3%), eletroportáteis (3%), moda (3%), roupas masculinas (2%) e calçados masculinos (2%). Apesar da crise, a previsão é de que a edição deste ano registre recorde, com a movimentação alcançando a cifra recorde de R$ 2 bilhões em faturamento em todo o Brasil.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS