Temer acionou Abin para investigar relator da Lava Jato, diz 'Veja'

A reportagem de capa da revista Veja desta semana revela que o Palácio do Planalto acionou a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), para "bisbilhotar" a vida do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. O ministro é também relator do processo que tramita na Corte Suprema contra o presidente da República Michel Temer.

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Carmen Lucia, divulgou nota neste sábado (10), em tom grave, mostrando indignação com a possibilidade de a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) estar investigando o ministro relator da Lava Jato, Luiz Edson Fachin. Segundo a colunista do G1 e da GloboNews Cristiana Lôbo, o presidente Michel Temer telefonou para Cármen Lúcia na manhã deste sábado para dizer a ela que não pediu à Abin que investigasse Fachin. Acredita? Na nota, Cármen Lúcia disse que a possível "devassa" contra o ministro é "própria de ditaduras". A presidente do STF também acrescentou que a Corte repudia, com veemência, "espreita espúria, inconstitucional e imoral contra qualquer cidadão e, mais ainda, contra um de seus integrantes, mais ainda se voltada para constranger a Justiça."

POSTAGENS MAIS VISITADAS