Francal encerra nesta quarta

A 49ª edição da Francal chega ao fim nesta quarta-feira, (05) em São Paulo. Após três dias de exposição, relação com novos clientes e fechamento de negócios, a feira que foi aberta no último domingo, termina com bons resultados. De acordo com o presidente da Francal Abdala Jamil Abdala, a feira foi feita no momento em que o País começa a caminhar na direção de um futuro melhor, apesar das crises política e econômica. “O empresariado desapegou da turbulência política. Com credibilidade e trabalho, está fazendo sua parte e mostrando que o País é viável e que compensa investir,”disse. Entre os desafios está a adequação da data da feira, tendo em vista que grande parte dos expositores acredite que a Francal deveria ser realizada em maio, outros em agosto. 

Abdala avalia que a mudança da feira, do Pavilhão do Anhembi para o Expo Center Norte, foi benéfica, pois o novo espaço, apesar de menor, oferece mais praticidade e conforto. Ele acredita que o conceito de feiras compactas e práticas é uma realidade para atender às novas exigências do mercado. Segundo ele, não há mais espaço para megaeventos. “O formato de feiras menores é uma tendência mundial. Não é aqui no Brasil, em São Paulo ou só com a Francal. É algo que acontece em todo o mundo, de feiras terem estandes menores pela praticidade e por redução de custos. O importante é o expositor participar, mesmo que em espaços menores, pois é fundamental apresentar os produtos” concluiu.

Atendendo a uma reivindicação dos expositores, a Francal 2018 vai começar em uma segunda-feira, um dia após a decisão da Copa do Mundo da Rússia, e não mais no domingo, como foi este ano. A próxima feira será realizada de 16 a 19 de julho.

No total, 42 fabricantes de calçados e artefatos de couro do RS participaram de um estande coletivo subsidiado pelo governo gaúcho. A previsão é contabilizar negócios na ordem de R$ 20 milhões.



Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS