Setor quer Duty free a US$ 900

Resultado de imagem para duty free
Representantes da ANEEA (Associação Nacional das Empresas Administradoras de Aeroportos) e da ANCAB (Associação Nacional de Concessionárias de Aeroportos Brasileiros) se reuniram nesta 4º feira, 21 com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para pedir a elevação da cota de compras de passageiros que desembarcam de voos internacionais no país. O setor deseja que o limite para compras, congelado desde 1991 em US$ 500, suba para US$ 900. Segundo as empresas, além de trazer comodidade ao consumidor, o aumento da cota ampliaria a arrecadação de impostos e contribuiria com “o aumento de renda e emprego no país“. As associações alegam que a falta de correção no valor ocasionou a queda da oferta de produtos de alto valor, como aparelhos de telefonia e informática. O pedido foi apresentado ao Ministério da Fazenda, que fará a análise.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS