Marun disse que pode deixar ministério para propor impeachment de Barroso no Senado

Ao lado do ministro da Justiça, Torquato Jardim, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, defendeu nesta 3ª feira (13.mar.2018) o impeachment do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Roberto Barroso.

“O governo não está pensando em impeachment, mas eu estou. Nós estamos diante de um sucessivo desrespeito à Constituição em sucessivas decisões do ministro Barroso”, disse.

Marun disse que tem conversado com colegas congressistas sobre o assunto. E analisa, se for o caso, se licenciar do cargo de ministro de Estado para fazer o pedido, que deve ser feito no Senado.

Tudo por conta do decreto do indulto natalino. O ministro determinou a exclusão do benefício a presos que respondem por corrupção.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS