Espírito Santo terá, a partir de fevereiro de 2018, a primeira fábrica de MDF

Com um investimento milionário, o Espírito Santo terá, a partir de fevereiro de 2018, a primeira fábrica de MDF. O Placas do Brasil S/A está em estágio avançado de construção no município de Pinheiros, no Norte do Estado com um investimento de R$ 473 milhões – sendo R$ 393 milhões na indústria e R$ 80 milhões na construção da base florestal. A capacidade é de produção de 300 mil metros cúbicos por ano. A fábrica irá conferir competitividade a indústria moveleira principalmente do pólo de Linhares. Atualmente, os fornecedores mais próximos estão situados nos Estados de São Paulo e Minas Gerais. A tendência é que a empresa gere 600 empregos diretos. Na fase de construção da obra 500 empregos estão sendo gerados. Outros 200 postos de trabalho diretos permanentes foram gerados com as atividades florestais na região, com receitas na ordem de R$ 12 milhões por ano, distribuídos entre fornecedores de insumos, viveiros de mudas e empresas prestadoras de serviços de silvicultura. Na fase de operação, em função das atividades de colheita, baldeio e transporte de madeira, serão gerados cerca de 200 postos de trabalho indiretos, com receitas adicionais de R$ 15 milhões, distribuídos entre empresas prestadoras de serviços de colheita e transporte. Quando em operação, a previsão é que a fábrica gere 600 empregos diretos.

A Placas do Brasil S/A conta com mais de 200 parceiros florestais nos 18 mil hectares de floresta plantada de eucalipto. A capacidade de produção é de até 25 mil metros cúbicos de MDF cru por mês, e desse total, 12 mil metros cúbicos poderão ser convertidos em MDF revestidos. As informações são do ESHOJE.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS