Pular para o conteúdo principal

Postagens

Renan, Lula, MDB: Eles voltaram

Lula voltou pro jogo. E agora Renan também. Anunciado pelo MDB como futuro relator da CPI da Covid no Senado, Renan Calheiros segundo alguns políticos em Brasília, passa a ocupar uma posição muito parecida com aquela adotada em 2016 por Eduardo Cunha. Quanto mais o governo brigar com o MDB, pior vai ficar. Há cinco anos, em 17 de abril, a Câmara dos Deputados concedeu licença para a abertura de processo contra a então presidente Dilma Rousseff por causa da briga política que travou o MDB e o desejo de hegemonia de seu partido, episódio narrado em detalhes no Tchau, querida,do ex-deputado Eduardo Cunha, hoje nas livrarias.  Nos bastidores do Congresso, o livro é chamado de um “guia sobre como não tratar um aliado”, especialmente se a economia estiver com problemas. Dilma vetou Cunha para presidir a Câmara e perdeu. Se o Planalto continuar trabalhando contra Renan e perder, será pior.

Pão de Açúcar quer vender R$ 1 bilhão em vinhos

Em 2020, o Pão de Açúcar vendeu mais de 20 milhões de garrafas de vinho em todo o País, um crescimento de 37% em comparação ao ano anterior. As vendas online de brancos e tintos trouxeram R$ 140 milhões aos cofres da empresa, um avanço de 255% – a rede varejista controlada pelo grupo francês Casino não revela os dados das lojas físicas, apenas diz que elas vêm crescendo a uma taxa de mais de 50% desde 2018. Esse desempenho fez do Pão de Açúcar o supermercado que mais importou vinhos no Brasil em 2020 e o segundo maior entre todas as empresas que trazem vinho para o País, atrás apenas da VCT, filial local da chilena Concha y Toro, segundo dados da consultoria Ideal Consulting. No total, a rede varejista representou 7% do total dos vinhos importados para o Brasil no ano passado. A companhia está traçando um plano para que a área de vinhos atinja um faturamento de R$ 1 bilhão até 2023. “Queremos ser a maior plataforma de comercialização de vinhos na América Latina”, afirma Rodrigo Pimente

60% dos lares brasileiros já compram em Atacarejos

Mais de 60% dos lares brasileiros realizam pelo menos uma compra por ano em atacarejos – lojas que vendem produtos tanto no atacado quanto no varejo. Esse é o formato de varejo alimentar com maior penetração no país, seguido pelos supermercados. Mas nem sempre foi assim. Em 2015, quando o Brasil vivia outra crise, a taxa de penetração do atacarejo era de 47%, perdendo para os supermercados (58%). A situação se inverteu em 2017, segundo dados da Nielsen. Desde então, os atacarejos reinam absolutos na preferência dos compradores brasileiros. De janeiro até 14 de março, as vendas do atacarejo subiram 22,8% na comparação com igual período de 2020. Já o faturamento do varejo físico total, que inclui supermercados, hipermercados, atacarejos e farmácias, cresceu 14,5%. Com investimentos de R$ 12 milhões, o Grupo Passarela prepara a inauguração da Via Atacadista em Bento Gonçalves.O projeto é pioneiro e foi pensado minuciosamente para oferecer um conceito próprio e uma nova experiência de comp

Casa Valduga lança Maria Valduga Rosé em homenagem ao Dia das Mães

Com produção limitada de apenas três mil garrafas, Maria Valduga Rosé é elaborado com a seleção das melhores uvas Chardonnay (70%) e Pinot Noir (30%). De excelente cremosidade, com perlage fino e persistente, esse espumante é resultado da evolução no silêncio e na penumbra das caves subterrâneas por 60 meses.. Idealizadora do sonho de elaborar espumantes no Brasil pelo método champenoise, seguindo a tradição da região de Champagne na França, a matriarca da Casa Valduga recebe como tributo Maria Valduga Rosé, uma edição especial e limitada em homenagem ao Dia das Mães.

É urgente e necessário mudar os critérios de escolha de ministros de instâncias superiores

  Por Cláudio Soares*                                                  É escandaloso ver o STF desmoralizar a Lava Jato por manobras jurídicas que sempre favorecem os bandidos de gravatas. Continuamos reféns dos corruptos.  A roubalheira do erário faz sentido para corruptos porque ninguém fica preso neste país. A impunidade é invencível neste Brasil. As manifestações populares promovidas na Avenida Paulista, Rio de Janeiro, Recife e Brasil afora foram em vão? O sistema de justiça trabalha a favor dos corruptos de colarinho branco e não permite mudança. O que é mais estarrecedor é que essa deliberação está naturalizada, que se posta acrítica e subserviente no seu patamar de um ambiente hierárquico. O Brasil evoluiu, é inegável, mas este sistema de proteção pelo Supremo Tribunal Federal a ladrão do dinheiro da saúde, educação e estradas é vergonhoso. Estamos distantes da democracia cidadã (plena eficácia da moralidade); o sistema de impunidade deliberada incentiva a roubalheira.  A revol

Mais de 70% da indústria enfrenta dificuldade para obter insumos

Mais de 70% das indústrias brasileiras continuam com dificuldade para obter insumos e matérias-primas nacionais e importadas para atenderem as demandas de clientes, de acordo com levantamento realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgado nesta sexta-feira (09/04). A pesquisa constatou que 73% das companhias da indústria geral (extrativa e de transformação) e 72% das empresas da indústria da construção encontram dificuldades em obter os insumos e matérias-primas produzidos no Brasil. Os percentuais permanecem próximos dos registrados em novembro de 2020, quando 75% e 72%, respectivamente, observaram esse problema. Foram ouvidas 1.782 empresas ao longo de fevereiro de 2021 para o levantamento.

IPCA sobe 0,93%, em março, e acumula alta de 6,10%, em 12 meses

A inflação oficial continua acelerada, embalada, principalmente, pela alta dos preços dos combustíveis, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta sexta-feira (09/04). O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de março subiu 0,93%, 0,07 ponto percentual acima da variação de fevereiro, de 0,86%. É a maior taxa para o mês de março desde 2015, quando foi registrada inflação de 1,32%, segundo o órgão. Em março de 2020, a variação do indicador foi de 0,07%. No ano, a inflação oficial acumulou alta de 2,05% e, nos últimos 12 meses encerrados em março, de 6,10%, acima dos 5,20% observados nos 12 meses imediatamente anteriores.  Conforme os números do IBGE, dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, seis tiveram alta em março. O de transportes registrou a maior variação, de 3,81%, após a alta de 2,28% em fevereiro, e o maior impacto (de 0,77 ponto percentual) no índice do mês. Em segundo lugar ficou Habitação, com alta de 0,8