Ameaçado de ficar inelegível, Lula voltou a dizer que o único julgamento que ele aceita é o das urnas, na eleição deste ano.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) decidiu participar de um ato político, hoje, em Porto Alegre. Lula diz que vem agradecer seus militantes pelo apoio, mas, Lula vem para dar mais “pressão” na decisão dos juízes. Disse que vem hoje e volta para SP hoje ainda. Vai assistir pela TV. Aliás, triste cena para o povo brasileiro. Ameaçado de ficar inelegível, Lula voltou a dizer que o único julgamento que ele aceita é o das urnas, na eleição deste ano.

Advogados dele reafirmam a inocência e requerem aos desembargadores do Tribunal da Lava Jato que reconheçam a prescrição dos supostos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção atribuídos ao petista. Os defensores sustentam o esgotamento do prazo para o Estado punir Lula por delitos que, segundo a acusação, teriam ocorrido em 2009. Inconformado com a pena de 9 anos e 6 meses de prisão imposta pelo juiz federal Sérgio Moro, o ex-presidente recorreu ao Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, a Corte de apelação da Lava Jato.

O PT e simpatizantes insistem em que Lula foi condenado sem provas pelo juiz Sergio Moro. Tecnicamente, eles estão errados. O que mais há nos autos do processo são provas, juntadas tanto pela acusação como pela defesa.

Lula tenta tudo para seguir seu projeto de se tornar presidente de novo. Como pode uma nação querer votar ainda em alguém que tem todo este histórico de problemas junto a justiça? Que país é esse?

A decisão do Tribunal Regional Federal de Porto Alegre, se confirmada ou não, terá forte influência no rumo político do Brasil.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS