Miolo cresce no exterior com lojas próprias na China

Miolo inaugura terceira loja na China · Revista ADEGA
Com mais de 10 milhões de litros de vinho produzidos ao ano no Brasil, a Miolo, de Bento Gonçalves (RS), é hoje a maior vinícola nacional exportadora da bebida, segundo dados da Ibravin. Presente em 32 países, as vendas internacionais respondem por 10% do faturamento da vinícola gaúcha.

Embora a pandemia do novo coronavírus tenha frustrado a expectativa de aumentar em até 40% a presença internacional, os planos de expansão da Miolo seguem mantidos. E isso inclui ampliar a quantidade de lojas próprias na China, de 15 para 300 em 10 anos, e levar os vinhos brasileiros a países com pouca ou nenhuma tradição de consumo da bebida -- Rússia, Nigéria e Guatemala já começaram a receber carregamentos da marca.

Nestes países a Miolo vende rótulos das linhas Alísios e Seival, criadas especialmente para a exportação e produzidas na cidade de Candiota, na Campanha Gaúcha (RS). São 1,3 milhão de litros de vinho produzidos em mais de 200 hectares de vinhedos próprios, com forte controle de qualidade e manejo das uvas e do beneficiamento.

Uma das estratégias da marca foi criar linhas especiais para exportação, como a Seival e a Alísios.|

O Brasil nunca teve uma tradição vinícola como os países europeus ou mesmo os vizinhos sul-americanos, e isso ainda está amadurecendo. Segundo dados do antigo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) junto da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a exportação da bebida cresceu 177% entre os anos de 2015 e 2018.

Nas lojas-conceito da Miolo é possível provar o vinho antes da compra. No entanto, o modelo ficará restrito à China, por questões de investimento.

Ao todo, as marcas da Miolo produzem vinhos em quatro regiões brasileiras: Candiota (RS), na Campanha Gaúcha, para as linhas Alísios e Seival; Bento Gonçalves (RS), no Vale dos Vinhedos, para a Miolo Seleção, Cuvée, Millésime e Cuvée Giuseppe; Santana do Livramento (RS) para a Almadén, e Vale do Rio São Francisco (BA) para a Terranova. Estas duas últimas exclusivas para o mercado nacional.

Gazeta do Povo.

POSTAGENS MAIS VISITADAS