A confissão dos marqueteiros

A confissão dos marqueteiros de Lula e Dilma (João Santana e sua mulher) de que houve recursos não declarados irrigando a campanha de 2010, “Foi caixa dois mesmo, Excelência”, como disse a mulher de Santana, Mônica Moura, também em depoimento, é um confissão explosiva, que pode não ter nenhum efeito prático ou legal para resolver a atual crise política envolvendo o afastamento e a possível cassação de Dilma, mas que ajuda a tirar o véu sobre o modus operandi petista. O governo começou se lambuzando no Poder e gostou tanto que arquitetou ficar para sempre, montando uma estrutura criminosa sem precedentes na história, sob o manto protetor de tutelar os interesses do Povo e da decrépita e insustentável ideologia socialista tupiniquim. Durante seu depoimento, Santana e Mônica até tentaram relativizar, afirmando que o caixa dois é prática ampla, geral e irrestrita, mas que apenas eles estavam pagando por isso. Coitadinhos!

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal