Miolo cresce no exterior com lojas próprias na China

Miolo inaugura terceira loja na China · Revista ADEGA
Com mais de 10 milhões de litros de vinho produzidos ao ano no Brasil, a Miolo, de Bento Gonçalves (RS), é hoje a maior vinícola nacional exportadora da bebida, segundo dados da Ibravin. Presente em 32 países, as vendas internacionais respondem por 10% do faturamento da vinícola gaúcha.

Embora a pandemia do novo coronavírus tenha frustrado a expectativa de aumentar em até 40% a presença internacional, os planos de expansão da Miolo seguem mantidos. E isso inclui ampliar a quantidade de lojas próprias na China, de 15 para 300 em 10 anos, e levar os vinhos brasileiros a países com pouca ou nenhuma tradição de consumo da bebida -- Rússia, Nigéria e Guatemala já começaram a receber carregamentos da marca.

Nestes países a Miolo vende rótulos das linhas Alísios e Seival, criadas especialmente para a exportação e produzidas na cidade de Candiota, na Campanha Gaúcha (RS). São 1,3 milhão de litros de vinho produzidos em mais de 200 hectares de vinhedos próprios, com forte controle de qualidade e manejo das uvas e do beneficiamento.

Uma das estratégias da marca foi criar linhas especiais para exportação, como a Seival e a Alísios.|

O Brasil nunca teve uma tradição vinícola como os países europeus ou mesmo os vizinhos sul-americanos, e isso ainda está amadurecendo. Segundo dados do antigo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) junto da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a exportação da bebida cresceu 177% entre os anos de 2015 e 2018.

Nas lojas-conceito da Miolo é possível provar o vinho antes da compra. No entanto, o modelo ficará restrito à China, por questões de investimento.

Ao todo, as marcas da Miolo produzem vinhos em quatro regiões brasileiras: Candiota (RS), na Campanha Gaúcha, para as linhas Alísios e Seival; Bento Gonçalves (RS), no Vale dos Vinhedos, para a Miolo Seleção, Cuvée, Millésime e Cuvée Giuseppe; Santana do Livramento (RS) para a Almadén, e Vale do Rio São Francisco (BA) para a Terranova. Estas duas últimas exclusivas para o mercado nacional.

Gazeta do Povo.

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal