Justiça restringe publicidade de cerveja e vinho em rádio e TV. O problema é a cerveja e o vinho paga a conta.

Os comerciais de cerveja e vinho em emissoras de rádio e televisão ficarão mais restritos no país. O motivo é uma determinação da Justiça Federal para que as bebidas com teor alcoólico igual ou superior a 0,5 graus Gay Lussac passem a ter propagandas nesses veículos restringidas em todo país. A decisão, tomada nesta quinta-feira, atende a um pedido do Ministério Público Federal (MPF). A noticia é ruim para o setor vitivinícola, que defende a tese de que o vinho apesar de alto tero alcoólico é um alimento. São inúmeros os estudos cientificos dos benefícios que o vinho oferece para a saúde para quem bebe moderadamente. A publicidade dessas bebidas só poderá ser veiculada entre 21h e 6h. No período entre 21h e 23h, as propagandas têm restrição ainda maior: só poderão ir ao ar no intervalo de programas não recomendados para menores de 18 anos.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS