A reengenharia financeira dos municípios

O Brasil entra o ano de 2017 com nova safra de prefeitos, alguns novos, outros reeleitos para o segundo mandato. Nas campanhas eleitorais, principalmente onde houve segundo turno, o que se viu foi uma disputa para ver quem prometia mais ajuda, benefício e proteção à população. Mas como executar os compromissos que muitos andaram assumindo? Os prefeitos não poderão depender do governo estadual nem do governo federal. A reengenharia financeira dos municípios dependerá de aumento do PIB – que faz a arrecadação do governo crescer em todos os níveis –, mas também exigirá um choque de gestão capaz de reduzir desperdícios, medidas para desinchar a máquina pública e melhoria da eficiência dos processos administrativos e operacionais. O desafio está posto.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS