A mentira verdadeira e a verdade mentirosa, por Maurício Góis

O Lobo e a Raposa quiseram saber qual deles era o melhor vendedor. Os critérios eram Poder de Argumento, Arte de Expressar e Capacidade para seduzir Clientes. Mas onde seria esse teste? Depois de muito discutir decidiram que seria uma venda coletiva onde cada um exporia seu produto na Praça Central da Bicholândia. O teste seria simples: quem atraísse mais público para si seria o Campeão. E assim foi. O Lobo e a Raposa estenderam, cada um, um pano enorme com o desenho da anatomia do corpo humano e começaram a vender os produtos: uns remédios milagrosos para todas as espécies de doenças. De longe se ouviam os gritos dos dois: Atenção, senhoras e senhores bichos, este remédio é ótima para lombrigas, esse aqui cura cólicas, esse aqui é um chá da Índia que purifica o sangue, já este aqui acaba com as celulites. Por incrível que pareça o que eles falavam era verdade: os remédios curavam mesmo. Mas, por isso mesmo, o Lobo e a Raposa não estavam entendendo. Apenas umas 7 ou 8 animais estavam ouvindo a exposição dos benefícios. Por mais que gritavam, por mais que demonstravam a pleno pulmões, o público não aparecia. Mas algo chamou a atenção de todos. No outro canto da praça um mágico apareceu, arrumou seus apetrechos, espalhou um molde de esqueleto e começou a fazer mágicas: de uma cartola tirava um coração de plástico e comentava: Como está seu coração? Será que você não terá um enfarto amanhã? Gostaria de ter um coração de saúde férrea? A seguir fez um passe de mágica e fez surgir de dentro do coração uma pomba e, enquanto ela voava para as árvores da praça, o mágico argumentava: - Se você usar este remédio, seu coração vai voar de tanta saúde...Cerca de 2.000 animais se acotovelavam para ouvir a demonstração do mágico camelô. Isso irritou o Lobo e a Raposa. Como é que pode uma coisa dessa? Nós aqui falando uma Verdade e não temos público e este mágico falando uma Mentira e consegue reunir toda essa multidão? Há algo errado no ar – pensaram. Assim que a noite chegou e a multidão se dissipou o mágico estava guardando seus apetrechos quando o Lobo e a Raposa se aproximaram. E foram logo questionando: O que está acontecendo com o mundo? Nós pregamos uma Verdade e falamos sozinhos e você, pregando uma Mentira é tão aplaudido por tanta gente. O mágico pensou...pensou...colocou a mão no queixo e deu a resposta: É SIMPLES. É QUE EU PREGO A MINHA MENTIRA COMO SE FOSSE VERDADE E VOCÊ PREGA A SUA VERDADE COMO SE FOSSE MENTIRA.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS