Kirchner e Lula: A população perdoa a corrupção?

Cristina Fernández de Kirchner, a ex-presidente da Argentina, está sendo investigada em oito casos diferentes de corrupção. Não obstante, é praticamente certo que será eleita neste domingo (22) senadora pela Província de Buenos Aires. No Brasil e na Argentina será que a população perdoa a corrupção? Então como explicar a liderança de Lula nas pesquisas? No Brasil e na Argentina, Kirchner e Lula foram condenados ou investigados, mas ainda assim tem chances de eleição.

A certeza de que Cristina será eleita decorre do sistema eleitoral argentino: cada Província elege três senadores, dois deles pela lista mais votada e, o terceiro, pela que ficar em segundo.

A ex-presidente, na pior das hipóteses, ficará em segundo lugar. Ganhará uma vaga (e seis anos de imunidade).

Mas, se ficar apenas no segundo lugar, será uma derrota política — e uma demonstração de que a suspeita de corrupção pesa, sim, no voto.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS