Governo gaúcho resolve não colocar mais ações Banrisul no mercado

Medida irá comprometer plano de pagamento dos salários e do 13º dos servidores. O governo pretendia colocar à venda 128 milhões de ações do Banrisul — 49% de ações ordinárias e 14,2% de ações preferenciais. Com a transação, o governo esperava arrecadar de cerca de R$ 2 bilhões a R$ 3 bilhões. Nesta quarta-feira o governador anunciou a retirada das ações. A venda de parte das ações do Banrisul é apontada como uma das soluções para gerar caixa aos cofres públicos do Estado, mas parece que não vai dar o que se esperava. A expectativa era de que o dinheiro arrecadado na negociação também ajudasse no pagamento integral da folha de dezembro e do 13º salário dos servidores. O governo gaúcho justifica a retirada porque as ações do banco se desvalorizaram muito, o que é verdade. No fechamento desta quarta-feira (6), as ações do banco ficaram em torno dos R$ 14,30 — cotação considerada abaixo do valor patrimonial da instituição. No entanto analistas de mercado dizem que se o governo espera o tempo passar na esperança de mais valorização vai se enganar. O adiamento não deve aumentar o potencial de lucro do governo com a negociação dos papéis em relação ao seu valor de patrimônio. Ou seja, é uma aposta perigosa dada a urgência que o Estado tem de fazer caixa

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal