O nordeste vota em Lula e o sul pode fazer justiça

O grande colégio eleitoral do ex-presidente Lula sempre foi sempre a região nordeste do Brasil. É lá em que todas as denúncias contra ele parecem ser simplesmente ignoradas e são poucos aqueles que ousam condená-lo. Se o nordeste vota em Lula, o sul ficou com a tarefa de julgá-lo. Foi em Curitiba que tudo começou e agora é a vez de Porto Alegre. O Tribunal Regional Federal da 4a. Região marcou para 24 de janeiro o julgamento do ex-presidente no caso do tríplex do Guarujá. Com isso, a sentença deverá sair antes do início do prazo de registro de candidaturas, antecipando o quadro da campanha de 2018. Se for condenado em segunda instância, Lula será considerado inelegível pela Lei da Ficha Limpa, e terá de tentar recursos judiciais. Petistas acusam o TRF-4 de perseguição. Os tucanos acham que, se condenado, Lula "estará morto”. Lula também poderá ser preso. Com base em jurisprudência firmada pelo STF, condenados em 2.ª instância podem ter a pena executada.

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal