Semana é marcada pelo julgamento de Lula em Porto Alegre

As atenções nacionais convergem nesta semana para Porto Alegre. Na próxima quarta, dia 24, no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) haverá o julgamento, em 2ª Instância, do processo no qual o ex-presidente Lula foi condenado a 9 anos e 6 meses pelo juiz Sérgio Moro, no caso do tríplex do Guarujá. O julgamento mexe com corações e mentes, pois terá desdobramentos na disputa eleitoral, podendo impedir ou garantir a presença do líder petista na eleição presidencial.

Sem entrar no mérito do julgamento, responsabilidade restrita aos 3 desembargadores da 8ª Turma do TRF-4, é oportuno destacar que todos os ritos desses processos, originados na operação Lava Jato, tem se dado na exemplar aplicação da lei. Importante sublinhar, também, que esse procedimento foi pautado, desde o início pela elogiada atuação do então relator no STF, ministro Teori Zavascki.

O fato condenável é dos lulopetistas que deixaram de lado a responsabilidade de zelar pelas posições que ocupam e passaram a produzir, pelas redes sociais, incitamentos à violência. E a se armar em Porto Alegre para a balbúrdia e a violência. Insuflar a militância ao confronto é irresponsabilidade. Aliás, o ex-presidente vive num mundo de contradições, com acusações infundadas à Policia Federal, à Lava Jato e ao juiz Moro, ou creditando a órgãos de imprensa o calvário que ele próprio edificou.

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal