Ministro da Saúde Ricardo Barros esteve em Caxias ouviu demandas dos prefeitos e anunciou alguns recursos

Barros esteve em Caxias do Sul nesta quinta-feira (08), onde fez uma reunião de trabalho com gestores da área da saúde e prefeitos da região. Na visita a Caxias, o ministro anunciou repasse de mais R$ 966,5 mil anuais para o custeio do Hospital Geral de Caxias. Dos prefeitos da região recebeu pedidos para a liberação imediata de verbas que estão atrasadas e da destinação de outros recursos para o atendimento público na saúde. Gestores de outras instituições, como o Hospital Pompéia e Hospital São Carlos, também apresentaram demandas de mais recursos, o que será avaliado pelo governo federal. Antes de vir a Caxias, o ministro esteve em Porto Alegre, onde participou da inauguração da nova Subestação de Energia e do lançamento da pedra fundamental do Centro de Hematologia e Oncologia no Hospital Conceição, que terá 94 leitos e tem previsão de conclusão das obras em até 3 anos.Mais cedo, o Hospital Cristo Redentor, do mesmo grupo, inaugurou 30 leitos de neurocirurgia pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Lá, Barros suscitou o debate em torno da falta de leitos para pacientes do SUS. "A tendência mundial é, de fato, reduzir leitos, porque toda a política que nós fazemos de atenção básica, de home care, é desospitalização. Então, podem conviver com essa notícia de que estamos reduzindo leitos, porque essa é a política, esse é o objetivo", afirmou o ministro à RBS TV.

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal