Em vídeo no youtube, pastor Malafaia convoca cristãos a não votarem em Marina Silva

Resultado de imagem para malafaia
O pastor Silas Malafaia iniciou sua participação na campanha presidencial de 2018. E vai utilizar as mesmas armas de outros períodos eleitorais, nos quais utilizava as redes para atacar os adversários de seu aliado. Este ano, ele disse que vai apoiar o pré-candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro.

Em vídeo publicado nesta segunda-feira em sua conta no Youtube, o pastor conclama os cristãos a não votarem na pré-candidata da Rede, Marina Silva, que é fiel da Assembleia de Deus. O motivo é a recente declaração de Marina, que afirmou pretender convocar um plebiscito para resolver questões como a legalização do aborto e das drogas.

No vídeo, denominado "Por que um verdadeiro cristão não vota em Marina?", Malafaia classifica como "falácia" a proposta de Marina Silva sobre o plebiscito. "Pior do que um ímpio é um cristão dissimulado. Me arrependo de já ter apoiado essa mulher. Como que um cristão nega fundamentos de sua fé?", indaga o pastor.

O pastor chegou a indicar apoio à campanha de Marina em 2010, quando a candidata, então no PV, foi a terceira mais votada no pleito, atrás de Dilma Rousseff e José Serra. À época, o apoio de Malafaia se dava pelo fato de Marina ser a única candidata cristã "viável" na disputa. No entanto, às vésperas da eleição, Malafaia decidiu romper com Marina, por conta de declaração da candidata similar à de agora, afirmando ter a intenção de convocar um plebiscito para discutir temas sensíveis aos cristãos. (Magno Martins).

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal