Nova pesquisa revela que Sartori continua na frente

Resultado de imagem para sartori
O governador José Ivo Sartori (MDB) aparece liderando com 24,1% dos votos a pesquisa do Instituto Index, divulgada neste domingo (29) pela Revista Voto, a respeito das eleições para o governo do Rio Grande do Sul. Ele é seguido por Miguel Rossetto (PT), com 11,3%, e Jairo Jorge (PDT), 10,4%. Na sequência, aparecem Eduardo Leite (PSDB), 6,4%, Roberto Robaina (PSOL), 2,9%, Abigail Pereira (PCdoB), 2,5%, Luiz Carlos Heinze (PP), 1,6%, e Mateus Bandeira (Novo), 0,3%. Outras 30,7% disseram não saber em quem vão votar, 8,3% branco/nulo e 1,6% não responderam.

A pesquisa ainda mensurou a rejeição dos candidatos, apontando que Sartori é o candidato que a maior parte dos entrevistados não votaria de jeito nenhum, 28%. Ele é seguido por Rossetto, 9,2%, Abigail Pereira, 8,7%, Leite, 7%, Jorge, 4,6%, Bandeira e Robaina, 3,4%, e Heinze, 3,3%. O Index ouviu 1.217 pessoas entre os dias 16 e 21 de julho em 30 municípios do Estado. A pesquisa tem margem de erro de 2,9% para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%, e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número RS-00264/2018.

Teoricamente, quanto mais elevada é a rejeição, mais difícil fica para um candidato ampliar o seu eleitorado. E os menos rejeitados apresentam maior potencial de crescimento.

A rejeição alta não impossibilita qualquer pretensão eleitoral. É uma eleição diferente pois todos os candidatos terão de enfrentar rejeição inédita e recorde à prática política. Dois terços do eleitorado não têm partido de preferência. A maioria absoluta da população não se sente representada pela oferta de partidos que existe hoje. Essa rejeição terá de ser enfrentada por todos. A rejeição tende a cair, pois o número de brancos e nulos ainda é muito alta.

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal