Crise no Chile favorece venda de espumantes brasileiros

Resultado de imagem para venda de espumantes final de ano supermercados
A venda de vinhos e espumantes brasileiros neste final de ano, ganhou um impulso adicional: a crise chilena. De acordo com o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), dos 41% de rótulos importados no país, 53% são de bebidas do Chile. Ou seja, é o principal mercado na América Latina. Mas com a explosão da crise política naquele país a importação dos vinhos chilenos já caiu 43%.

É um consumo que deverá ser suprido pelos produtos nacionais.

No ano passado, a venda de espumantes no mercado interno cresceu 10,24% nos últimos três meses do ano e esse ano o crescimento deve superar a casa dos 20%.

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal