Miolo amplia exportações com novos mercados

Resultado de imagem para miolo
A Miolo está apostando forte no mercado internacional. A presença no mercado externo cresceu 20% em 2019 e projeção para 2020 é de um aumento de 40%. Rússia e Nigéria são os novos mercados, inclusive com vinhos específicos para o paladar daqueles consumidores.
.
Para a Nigéria, a Miolo está enviando 10 mil garrafas agora em fevereiro. Na metade de 2010, embarcará mais 30 mil garrafas. Além da Nigéria, a Miolo fechou novas parcerias com importadores em outros dois países. Para a Bélgica, o foco é nos vinhos Miolo Seleção. Já para a China, a aposta é em uma marca própria de exportação para esse mercado. Chamada de Riqueza, a linha tem Cabernet Sauvignon e um corte de Cabernet Sauvignon/Merlot. São os chamados "vinhos superiores" por serem mais elaborados, passando mais tempo em barricas de carvalho. Lembrando que a Miolo ampliou para 15 o número de lojas próprias na China.

Atualmente, a Miolo Wine Group exporta o equivalente a 10% de sua produção anual. O Reino Unido lidera o ranking de destinos, comprando metade disso. A empresa cultiva hoje cerca de 950 hectares de vinhedos, que ficam no Vale dos Vinhedos, Seival/Candiota, Santana do Livramento e Vale do São Francisco. ( Fonte: ZH)

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal