A entrevista de Delcídio

Patética a entrevista do ex-senador Delcídio Amaral aos jornalistas brasileiros no programa Roda Viva da TV Cultura. Falou sobre corrupção e propinas milionárias como se não tive nada com isso. Delcídio durante muitos anos exerceu cargos públicos, cargos poderosos e conhecedor do propinoduto pouco fez. Se sabia, se tinha conhecimento, e se fosse um brasileiro interessado pelo bem de seu país deveria ter feito algo. Mas aceitou o jogo e jogou o jogo. Então como pode agora querer que a sociedade o enxergue como injustiçado? Durante o programa de entrevistas, Delcídio procurou se defender das acusações e amenizar o esquema de corrupção na Petrobras. O senador cassado admitiu que errou ao ter, segundo sua versão, aceito a pressão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente afastada Dilma Rousseff para tentar obstruir a Justiça ao tentar interferir nas investigações da Lava Jato. O ex-parlamentar, que atuou durante décadas no setor energético, afirmou, contudo, que, com o Partido dos Trabalhadores, houve uma "sistematização" da atuação partidária para operar desvios na Petrobras e em outras estatais. Disse que o PT "não inventou a corrupção na Petrobras". O mais grave , porém, é que Delcídio dá sinais de que poderosos do PMDB também terão em breve problemas para se livrar da Lava Jato. E de que Dilma e Lula sabiam de tudo e portanto tem culpa no cartório sim. Para o ex-senador, a argumentação de que Lula não sabia dos desvios ou que Dilma recebeu um parecer "falho" para decidir sobre o investimento na refinaria de Pasadena é assumir que as pessoas são "idiotas". "Tenha paciência, é achar que todo mundo é ignorante, idiota. A Petrobras sempre foi do presidente."

POSTAGENS MAIS VISITADAS