PF envia relatório que aponta que quadrilha do PMDB lavou dinheiro e recebeu propina

Relatório da Polícia Federal sobre o “quadrilhão” do PMDB da Câmara enviado ao STF apontou indícios de que o presidente Michel Temer e os ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) e Eliseu Padilha (Casa Civil) formaram organização criminosa para cometer crimes como corrupção e lavagem de dinheiro. O documento indica que Temer recebeu R$ 31,5 milhões em esquemas de desvio na Petrobrás e no governo federal. O relatório era aguardado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para finalizar a segunda denúncia contra Temer. Também foram indicados pela PF os ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves e o ex-ministro Geddel Vieira Lima.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS