Curiosidade faz de Valéria Monteiro o tema da vez em se tratando de eleições

Desde sábado (6), quando postou um vídeo no Facebook no qual comparou o discurso de Jair Bolsonaro (PSC-RJ) ao de Adolf Hitler, a jornalista e ex-apresentadora do "Jornal Nacional" e outros programas da TV Globo, Valéria Monteiro, de 52 anos, tornou-se a nova celebridade na internet. Pré-candidata à Presidência, ela se filiou na manhã de sexta-feira (12) ao PMN. O vídeo, com 3 milhões de visualizações no Facebook, foi compartilhado pelo próprio Jair Bolsonaro.

Valéria Monteiro afirma que não quis fazer nenhuma ofensa ao deputado federal, mas chamá-lo para o debate. "Considero que as idéias que ele propaga dividem ainda mais o Brasil e trazem uma incitação a uma violência ainda maior do que sofremos". No ato de filiação, a jornalista fez um discurso evocando o diálogo, a esperança e a reconciliação entre brasileiros. Ela diz que seu objetivo é compor uma união nacional para mudança dos padrões atuais da política. Valéria diz que quer levar ao partido a luta pela igualdade salarial entre homens e mulheres, como estabelecido na Islândia. "Espero poder contribuir para uma discussão maior da condição feminina no Brasil. O País não pode funcionar só com metade da sua população. Podemos fazer um Brasil muito mais rico com as mulheres, negros, LGBT e todos envolvidos nessa construção".

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS