Lula está preso

Acabou o espetáculo circense promovido por Lula e sua trupe. O ex-presidente do Brasil se entregou por volta de 18h40, depois de permanecer dois dias entrincheirado na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo.

Mais cedo, às 17h, Lula tentou deixar o sindicato em um veículo com o seu advogado, Cristiano Zanin, mas foi impedido por militantes que bloquearam a saída para evitar sua prisão. Tudo previsto, nada de anormal, considerando a animosidade provocada por discursos inflamados, inclusive do próprio Lula.

Preso, sem algemas, ele vai iniciar o cumprimento de sua pena na capital paranaense, por ordem do juiz federal Sérgio Moro.

Lula partiu neste sábado, 7, em um avião da Polícia Federal rumo a Curitiba, a terra da Lava Jato que o condenou a 12 anos e um mês de reclusão no caso do famoso triplex do Guarujá. Eram 20h46.

Durante dois dias ele recebeu muitos apoios, inclusive de sua sucessora, Dilma, e a solidariedade de antigos companheiros, quadros importantes do PT. Neste sábado, ao meio dia, ele fez seu último comício antes de cair na prisão da Lava Jato.

Lula participou pela manhã de uma missa em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, que faria 68 anos neste sábado. O petista não aceitou a oferta do juiz Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato, para que comparecesse espontaneamente à Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, onde ficará preso.

Durante 55 minutos, aproximadamente, ele falou à militância. Anunciou que iria se entregar, mas que é um homem indignado porque contra ele não há provas de corrupção e lavagem de dinheiro – crimes atribuídos ao petista no caso triplex.

Luiz Inácio Lula da Silva é o primeiro presidente da República do Brasil preso por crime comum.

Cai parte da ilusão que o próprio ex-presidente brasileiro alimentou: a de que um líder vindo de baixo, que entende os pobres, nunca vai roubá-los. Roubou.

O velho sindicalista parece estar chegando ao fim do caminho.

Ainda que o experiente populista continue a arrastar multidões e lidere as pesquisas de intenção de voto para as eleições de outubro, seu último giro pelo Brasil terminou com ovos e gritos lançados contra ele. Um fracasso total.

Lula preso não é o fim da corrupção no Brasil, mas é um alerta. Sua prisão pode ser a chave da porta da cadeia para tanto outros políticos que também nos roubam.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS