Em vídeo no youtube, pastor Malafaia convoca cristãos a não votarem em Marina Silva

Resultado de imagem para malafaia
O pastor Silas Malafaia iniciou sua participação na campanha presidencial de 2018. E vai utilizar as mesmas armas de outros períodos eleitorais, nos quais utilizava as redes para atacar os adversários de seu aliado. Este ano, ele disse que vai apoiar o pré-candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro.

Em vídeo publicado nesta segunda-feira em sua conta no Youtube, o pastor conclama os cristãos a não votarem na pré-candidata da Rede, Marina Silva, que é fiel da Assembleia de Deus. O motivo é a recente declaração de Marina, que afirmou pretender convocar um plebiscito para resolver questões como a legalização do aborto e das drogas.

No vídeo, denominado "Por que um verdadeiro cristão não vota em Marina?", Malafaia classifica como "falácia" a proposta de Marina Silva sobre o plebiscito. "Pior do que um ímpio é um cristão dissimulado. Me arrependo de já ter apoiado essa mulher. Como que um cristão nega fundamentos de sua fé?", indaga o pastor.

O pastor chegou a indicar apoio à campanha de Marina em 2010, quando a candidata, então no PV, foi a terceira mais votada no pleito, atrás de Dilma Rousseff e José Serra. À época, o apoio de Malafaia se dava pelo fato de Marina ser a única candidata cristã "viável" na disputa. No entanto, às vésperas da eleição, Malafaia decidiu romper com Marina, por conta de declaração da candidata similar à de agora, afirmando ter a intenção de convocar um plebiscito para discutir temas sensíveis aos cristãos. (Magno Martins).

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS