Milhares de mulheres vão às ruas protestar contra o Bolsonaro neste sábado

Milhares de mulheres vão às ruas, neste sábado em protesto contra as pautas defendidas pelo candidato Jair Bolsonaro, que é líder nas pesquisas de intenção de voto para presidente da República.

Resultado de imagem para ele nao
Há atos programados em cerca de 60 cidades do Brasil. Também estão previstas manifestações em outros países, como Irlanda, Estados Unidos, Alemanha, Argentina, Espanha, Holanda, Inglaterra, Portugal e França. O movimento pede às mulheres que usem lenços e outros peças de vestuário na cor roxa, que é o símbolo da manifestação.

Na esteira da manifestação  outros grupos organizam, também em redes sociais, atos contra o presidenciável do PSL.

Um evento no Facebook, por exemplo, chama educadores para ato na capital paulista (4,4 mil confirmados e 28 mil interessados, até a noite desta quarta) no mesmo local e horário da manifestação de mulheres.

Outro evento no Facebook convoca, além de mulheres, negros e LGBTQs para se reunirem no domingo (30), na Cinelândia, no Rio de Janeiro. O evento tinha 28 mil pessoas confirmadas e outros 113 mil interessados até a quinta-feira (27).

A campanha com a hashtag #EleNão começou na última semana e chegou a famosas como Daniela Mercury, Anitta e Letícia Sabatella.


Em resposta, militantes pró-Bolsonaro, que criaram a hashtag #EleSim, se organizam para responder comentários em redes sociais e farão também carreatas em todo o país no domingo.


Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS