PSL cresce e já o segundo maior partido na Câmara



A votação expressiva do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, elevou o PSL à segunda maior bancada da Câmara dos Deputados, com 52 parlamentares, atrás apenas do PT, que elegeu 56. Outros partidos grandes até então, como MDB e PP, saíram com resultado de médios. A cláusula de desempenho, novidade nesta eleição, contudo, pode aumentar ainda mais a legenda de Bolsonaro, caso ele confirme o favoritismo no segundo turno e vença. Pelo menos 14 partidos, que somam 66 deputados, não ultrapassaram a cláusula de desempenho, novidade deste ano, que exigia a eleição de pelo menos nove deputados federais por Estados diferentes ou 1,5% dos votos válidos para a Câmara para manterem o direito ao fundo público e propaganda na TV e rádio. Os deputados de partidos que não atingirem esse número poderão mudar de sigla sem perderem o mandato.

Entre os nanicos que não superaram a cláusula de barreira estão o Patriota, com 5 deputados, PRP, com 4, PMN (3), PTC (2), DC (1). Haverá disputa pelas filiações, o que pode encorpar parte dos partidos médios ou fortalecer ainda mais o PSL e torna-lo a maior bancada.

Fonte: Valor
Font

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS