Piauí na vanguarda da energia renovável

Resultado de imagem para maior painéis solares piauí
A subsidiária brasileira de energia renovável do Grupo Enel, que se chama Enel Green Power Brasil Participações Ltda (EGPB) começou a construir um parque solar chamado São Gonçalo, de 475 MW, localizado em São Gonçalo do Gurguéia, no estado brasileiro Piauí. Segundo a empresa, subsidiária do grupo italiano Enel, este é o maior projeto solar fotovoltaico atualmente em construção na América do Sul e receberá investimentos da ordem de R$ 1,4 bilhão. A previsão é de que a usina entre em operação em 2020.

Quando o parque de energia solar estiver pronto, terá a capacidade de gerar mais de 1.200 GWh por ano e evitará a emissão de mais de 600 mil toneladas de CO2 na atmosfera, o que ajudará muito na conservação e proteção do meio ambiente.

Da capacidade instalada total de 475 MW, 388 MW foram conseguidos pelo Grupo Enel em um leilão brasileiro chamado A-4, em dezembro de 2017, e contam com o apoio de contratos de fornecimento de energia de 20 anos para um grupo de distribuidores que trabalham no mercado regulado. Os 87 MW restantes vão gerar energia para o mercado livre.

Essa não é a primeira incursão da empresa italiana no Brasil. Só em Bom Jesus da Lapa (BA), localizada à beira do Rio São Francisco, a Enel Green Power investiu US$ 175 milhões, algo em torno de R$ 542 milhões. Em pouco mais de um ano, 500 mil painéis solares passaram a cobrir uma área de 330 hectares, o equivalente a 462 campos de futebol.

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS