Possibilidade da construção de um porto em Torres foi apresentada pelo Senador Heinze em Bento

Na última quinta-feira (21), em reunião jantar no Centro Empresarial de Bento Gonçalves, o Senador Luiz Carlos Heinze citou em sua fala o projeto de instalação de um novo porto marítimo em Torres-RS, no Litoral Norte do RS. A ideia de construção do porto está no plano de trabalho do Senador do PP.

No passado vários estudos chegaram a ser feitos, sobre a viabilização de portos para o Estado do RS (estudos estes geralmente encabeçados pela Marinha do Brasil). E as análises da época apontaram que, no espaço de litoral entre a cidade de Paranaguá (Paraná) e a cidade do Chuí (no RS), Torres seria o melhor lugar para a construção de portos no sul do Brasil.

O diferencial local seria da cidade ter, em frente às praias, uma espécie de “laje”, área reta contínua de mar com profundidade de cerca de 25 metros, o que facilita o trânsito de navios grandes, geralmente os que necessitam de portos para atracar e zarpar. Esta área fica entre a ponta sul do Morro das Furnas e a parte sul do Morro do Farol, e se estende cerca de 2,5 Km mar adentro. E para o engenheiro, estes seriam tecnicamente os dois pontos para a construção de novos molhes que formariam o porto.

Os empresários saíram muito otimistas com a fala de Heinze. O porto em Torres seria um importante diferencial competitivo para as indústrias da serra, pois economizaria tempo e dinheiro. Hoje os exportadores da região dependem exclusivamente do porto de Rio Grande, ou em Santa Catarina.

As vantagens para a cidade e para o Estado do RS são ECONÔMICAS e sociais, de acordo com o idealizado do projeto. Para ele, um porto gera recolhimento de impostos estaduais e municipais (além dos federais). A estrutura e todo o seu aparato gerariam milhares de empregos diretos e demandam instalações de várias outras empresas no entorno, o que reverteria em ainda mais possibilidade de progresso local.

Santa Catarina tem quatro portos grandes em um litoral de um pouco mais de 400 km. E o RS tem somente um porto (Rio Grande) num litoral de mais de 600 km. Isto gera mais custos de logísticas .

Heinze confirma que empresários da Serra Gaúcha são os mais interessados. Relata que a proposta já foi apresentada ao presidente Jair Bolsonaro e seu vice, Hamilton Mourão, quando estiveram em Caxias do Sul no ano passado. Também já conversou sobre o assunto com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.


Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS