Ideia de nova CPMF derruba secretário-adjunto da Receita

O Ministério da Economia anunciou nesta quarta-feira a saída do secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, do comando do Fisco.

Em nota, o ministério diz que “ainda que não há um projeto de reforma tributária finalizado” e que “a equipe econômica trabalha na formulação de um novo regime tributário para corrigir distorções, simplificar normas, reduzir custos, aliviar a carga tributária sobre as famílias e desonerar a folha de pagamento”.

“A proposta somente será divulgada depois do aval do ministro Paulo Guedes e do presidente da República, Jair Bolsonaro”, diz o texto.

A saída de Cintra vem um dia após o secretário especial adjunto da Receita, Marcelo de Sousa Silva, apresentar modelo estudado pelo governo para um imposto sobre pagamentos –nos moldes da antiga CPMF.

Hoje, dois projetos de reforma tributária já caminham no Congresso: um na Câmara e outro no Senado. O governo ainda não apresentou oficialmente sua proposta. ( Com conteúdo do 360).

POSTAGENS MAIS VISITADAS