Cave do Sol abre no Vale dos Vinhedos

Uma vinícola em busca de seu lugar ao sol

Com uma programação específica para convidados, autoridades, fornecedores, e que respeita os protocolos sanitários, sem aglomeração, já esta em curso a visitação de pequenos grupos na nova Vinícola do Vale dos Vinhedos- A Cave do Sol.

O empreendimento é da família Passarin. Arnaldo Passarin, diretor presidente da Cave do Sol, paulista de Jundiaí, comprou o terreno no Vale dos Vinhedos há 20 anos e tocou seu projeto que hoje se torna realidade. A família está radicada em Flores da Cunha.

Com 5.125 m2 de área construída em três pisos, ela ocupa um terreno de 36,6 mil m2. Quase metade do espaço edificado se destina ao enoturismo. Os visitantes poderão escolher entre três tipos de visitas, com duração de 40 minutos a 1h10min. Em cada uma delas serão degustados cinco produtos, em uma taça de cristal exclusiva que faz parte da experiência.

A empresa tem no portfólio 34 rótulos, entre espumantes, vinhos e suco de uva. Um dos ícones foi batizado com o apelido de Arnaldo: Capitão Chico (100% cabernet sauvignon). O outro, Vitória Lúcia, homenageia sua mãe. Trata-se de um espumante nature elaborado pelo método tradicional.

Os rótulos da Cave do Sol são produzidos com uvas cultivadas em três terroirs: Serra Gaúcha, Campanha Gaúcha e Serra do Sudeste. Parte da produção estagia nas barricas de carvalho da cave, onde o sol é saudado com reverência em um cenário de muito bom gosto. A Cave do Sol fica no km 20 da Rodovia RS 444.







POSTAGENS MAIS VISITADAS