Odebrecht Ambiental bancou políticos em Uruguaiana-RS

A classe política de Uruguaiana está fervendo por conta das denúncias de propina da Odebrecht Ambiental. Para evitar problemas políticos que ameaçavam a concessão de água e esgoto da Odebrecht Ambiental (braço da Odebrecht) em Uruguaiana-RS, a companhia bancou a campanha política de 05 dos 11 vereadores da cidade. Outros agentes públicos também receberam recursos de forma ilícita. Os pagamentos de valores aparecem nas delações de Fernando Luiz Ayres da Cunha Santos Reis, ex-presidente e fundador da Odebrecht Ambiental, e Paulo Roberto Welzel, ex-diretor da Foz do Brasil. Nas colaborações, são citados o atual prefeito, Ronnie Peterson Melo (PP); o ex-prefeito Luiz Augusto Fuhrmann Schneider (PSDB); o candidato a vereador Antônio Egídio Rufino de Carvalho (Rede, ex-PSDB); o ex-presidente da Câmara de Vereadores Francisco Azambuja Barbará (PMDB); o candidato a prefeito IIson Mauro da Silva (PMDB); a vereadora Josefina Soares Bruggemann (PP); a ex-vereadora Jussara Osório de Almeida (Rede); o suplente de vereador Luiz Fernando Franco Malfussí (PSDB); e o vereador Rafael da Silva Alves (PMDB). De acordo com os ex-dirigentes, os valores teriam sido repassados aos políticos em 2012.

Postagens mais visitadas deste blog

Gleisi Hoffmann, a senadora dos olhos verdes do PT tinha um amante

Fim da cobrança por marcação antecipada de assento em aeronaves depende agora da Câmara

Grupo Doha apresenta detalhes do porto de Arroio do Sal